spot_img
spot_img

SALVAMENTO: Hadassa doa um barco e dois caiaques a Novo Hamburgo, no Rio Grande do Sul

spot_img

Mais notícias

O Grupo Hadassa, de Marília-SP, através do CEO Jean Garcia, doou um barco e dois caiaques ao município de Novo Hamburgo, no Rio Grande do Sul. Os equipamentos são entregues à comunidade do bairro Santo Afonso, quase todo submerso pelas enchentes e onde as doações quase não têm chegado pela dificuldade de acesso. Garcia e sua equipe estão em missão voluntária no estado por conta da tragédia climática e percorrem várias cidades sul-rio-grandenses.

Depois de entregar doações em Roca Sales, Garcia e sua equipe foram para o município de Novo Hamburgo, onde o acesso ao bairro Santo Afonso foi feito de barco. “O cenário é trágico. Doloroso demais. Com casas completamente submersas”, lamentou Garcia. “Eu imploro por ajuda para Novo Hamburgo, em especial o bairro Santo Afonso. O sofrimento é terrível e as doações quase não estão chegando”, clamou.

Garcia da Hadassa doa um barco e dois caiaques para o bairro, para resgates, transporte de doações e até salvamentos de animais, que têm sido pegos pela comunidade através dos telhados das casas, quase sempre o único acesso fora da água. “Com esses equipamentos será possível salvar 200 animais por dia”, frisou Garcia.

O bairro Santo Afonso corresponde a um agrupamento de vilas e soma uma população superior a 23 mil habitantes. O dique de cerca de 40 metros foi rompido com a força das correntezas e a região permanece alagada e com a casa de bombas do Santo Afonso fora de funcionamento, pois os equipamentos colapsaram.

“Fomos muito afetados, mas as doações ficam paradas esperando baixar a água e não há estimativa para isso. A necessidade é muito grande porque não houve tempo de pegar nada. As pessoas deixaram seus lares somente com a roupa do corpo e não podem esperar por auxílio”, lamentou um morador do bairro, no barco em que estava junto com a equipe da Hadassa.

Em pouco mais de uma semana, mais de 400 municípios gaúchos tiveram bairros inteiros engolidos por uma chuva intensa e permanente, que se transformou na maior tragédia climática da história do Rio Grande do Sul. A Hadassa iniciou uma campanha solidária no último dia 6 e desde quinta-feira (9) está in loco, levando milhares de cobertores e avaliando outras formas de colaborar com o estado.

A missão voluntária no Rio Grande do Sul percorre ainda municípios como Eldorado do Sul, Estrela, Canoas, Lajeado e Porto Alegre, levando os cobertores e avaliando outras formas de ajuda. E a campanha solidária segue até o final do inverno.

A empresa doa parte do seu lucro e tem contato com clientes e a população em geral para intensificar ainda mais a ajuda ao RS. “Vamos ajudar sem olhar a quem”, suplicou Garcia da Hadassa. Para contribuir há um Pix pelo CNPJ da Embaixada Terra Santa (uma ramificação estritamente social do grupo empresarial): 49.891.035/0001-57. Para informações o número é (14) 99906-2626.

Assessoria de Comunicação

Do Grupo Hadassa

(Ana Carolina Godoy).

Marília
nuvens quebradas
17 ° C
17 °
17 °
94 %
1.1kmh
52 %
dom
24 °
seg
29 °
ter
31 °
qua
31 °
qui
30 °

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

spot_img
spot_img
spot_img
spot_img

Últimas notícias