spot_img
spot_img

Prefeitura de Marília prioriza alimentação saudável com acompanhamento nutricional em escolas municipais

spot_img

Mais notícias

Prefeitura de Marília prioriza alimentação saudável com acompanhamento nutricional em escolas municipais estruturado com proteína, frutas, legumes, pouco sal, zero açúcar e nenhum processado

da assessoria de imprensa

Os cardápios são orientados pela Divisão de Alimentação vinculada à Secretaria Municipal de Educação de Marília e favorecem os processos de crescimento das crianças

Alimentar adequadamente as crianças menores de 2 anos de vida tem sido prioridade na administração do prefeito Daniel Alonso (PL). A Prefeitura Municipal de Marília é referência para o Ministério da Saúde na primazia à alimentação saudável com acompanhamento nutricional nas escolas da Educação Infantil, do berçário aos 5 anos de idade, através da Divisão de Alimentação vinculada à Secretaria Municipal de Educação de Marília.

A Escola Municipal de Ensino Infantil (Emei Berçário) ‘Meu Anjo’, na rua Bartolomeu de Gusmão, nº 143, bairro São Miguel, ganha destaque quando o assunto é incentivar as recomendações sobre a importância do aleitamento materno e a introdução da alimentação saudável complementar e adequada no dia a dia das crianças.

Este ano, a Emei completa 10 anos e ao longo dessa década foi se ajustando para favorecer estrutura educacional e humanizada, além de seguir à risca os cardápios nutricionais para a alimentação saudável e adequada que favorece todos processos de crescimento das crianças, especialmente, de zero a 2 anos de idade. A coordenadora pedagógica, Ana Laura Santos de Abreu, informa que a escola ‘Meu Anjo’ atende 111 crianças distribuídas em sete turmas, sendo cinco integrais e duas parciais e todas recebem alimentação diariamente recomendada pelas nutricionistas da Divisão de Alimentação vinculada à Secretaria Municipal de Educação.

“Todo mês recebemos um cardápio a ser seguido pela equipe da cozinha e os pais das crianças são informados para que participem e acompanhem o processo nutricional. A Prefeitura Municipal de Marília nos envia os insumos como proteínas (carnes), grãos, cereais, sucos naturais, frutas e verduras para seguir o cardápio do dia a dia das crianças. Vale lembrar que a alimentação servida não contém produtos processados, quase não tem sal e é zero açúcar. As crianças comem frutas e legumes todos os dias, além do reforço das mamadeiras”, comentou Ana Laura.

A auxiliar de direção Simone Marsson lembrou que todos os mantimentos recebidos pela Prefeitura Municipal de Marília são acomodados na dispensa de forma organizada e na temperatura adequada, inclusive as proteínas (carnes) que ficam nos refrigeradores da escola. “Vistamos data de validade, qualidade dos produtos, valores nutricionais e condições das embalagens. Seguimos à risca as recomendações nutricionais da Divisão de Alimentos da Prefeitura Municipal e informamos os pais sobre o cardápio do dia para que participem e acompanhem a alimentação de seus filhos. Crianças com intolerância a lactose, soja, ovo, entre outros produtos, recebem outro cardápio (substitutivo) nutricional e adequado para atender essa realidade muito presente nas EMEIs”, comentou Simone Marsson.

Escola aberta para que os pais alimentem seus pequenos

A diretora da EMEI Berçário ‘Meu Anjo’, Sandra Letícia Pichler, ressalta que os pais podem participar na formação da educação alimentar de seus filhos. Segundo ela, a escola que oferece educação humanizada está aberta às mães e pais com horários disponíveis que queiram participar no processo de alimentação às crianças que é realizado no refeitório ou na sala de amamentação.

“A figura paterna é presente na nossa escola, tanto no aspecto educacional como na participação de alguns pais. Já as mães podem utilizar a sala de amamentação que também serve como posto de coleta de leite humano para o Banco de Leite de Marília como também participar na alimentação das crianças. Entre o zero a 2 anos de idade, é fundamental que a criança se sinta acolhida e a presença dos pais ajuda muito e deixam os alunos mais tranquilos. Aqui na Emei todos eles são bem recebidos”, salientou Sandra Letícia.

Dayane Gonçalves Pereira, 29 anos, mãe de Alice, sempre vai alimentar a filha de oito meses na escola. “Eu gosto e participo. O cardápio é sempre muito bom e gostoso e o refeitório bem estruturado. A Alice gosta muito e come muito bem. Gosto muito de ter acesso à escola e vejo que o cardápio alimentar é de acordo com a idade das crianças”,

‘Meu Anjo’ tem reconhecimento do Ministério da Saúde

A Prefeitura Municipal de Marília e a Emei ‘Meu Anjo’ ganharam destaque nacional pelo trabalho realizado pelas equipes de educadores, coordenação, cozinheiras e direção. O Governo Federal, por meio do Ministério da Saúde e Sociedade Brasileira de Pediatria, reconhecem a escola como um local especial que promove, protege e apoia o aleitamento materno para mulheres trabalhadoras, além das práticas para alimentação saudável e segura acompanhada por nutricionistas.

Vale lembrar que a Prefeitura Municipal de Marília e a Secretaria Municipal de Educação atendem todas as Emeis e Emefs através do Programa de Educação Alimentar e Nutricional. No total são 64 unidades de escolas de Educação Infantil e de Ensino Fundamental, além de um Centro Municipal de Atenção Especializada.

Fotos: Divulgação

Marília
nuvens quebradas
17 ° C
17 °
17 °
94 %
1.1kmh
52 %
dom
24 °
seg
29 °
ter
31 °
qua
31 °
qui
30 °

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

spot_img
spot_img
spot_img
spot_img

Últimas notícias