spot_img
spot_img

Homem é preso suspeito de divulgar fotos íntimas de familiares

spot_img

Mais notícias

Vítimas são cunhadas do investigado, que é padrinho do filho de uma delas, segundo informou a Polícia Civil

  • Por Jovem Pan
  • 04/07/2023 15h49
Divulgação/PCMGPolícia Civil de Minas Gerais prende mulher por perseguição e ameaçaPolícia Civil de Minas Gerais prendeu o homem na última sexta-feira

Um homem, de 43 anos, foi preso suspeito de divulgar fotos íntimas de familiares na última sexta-feira, 30, em Belo Horizonte. Segundo informações da Polícia Civil, ele teria invadido um celular e compartilhado fotos íntimas de duas mulheres, de 26 e 20 anos. As duas vítimas são cunhadas do suspeito. Além de ser casado com a irmã das vítimas, a polícia informou que ele é padrinho do filho de uma delas. O nome das partes não foram divulgados pela corporação. Segundo relato da mulher de 26 anos, ela percebeu que alguém invadiu, remotamente, seu celular e capturado fotos e vídeos íntimos. Ainda de acordo com as investigações, o homem passou a enviar mensagens diárias ara a mulher exigindo que a mesma continuasse compartilhando as mídias. De acordo com a denúncia, o suspeito ameaçava divulgar as fotos obtidas. O delgado que investiga Gabriel Teixeira da Silva, informou que o homem chegou a compartilhar o conteúdo em um site de pornografia.

O suspeito foi identificado. Ainda segundo o delegado, o investigado conhece os meios tecnológicos. “Possuidor da confiança da vítima, o investigado conseguiu explorar o conteúdo disponível no celular. Desde então, de forma anônima, vinha promovendo ameaças, chantagens e constrangimentos”, disse. Durante as investigações, a corporação descobriu que outra mulher da mesma família vinha sofrendo ameaças semelhantes. No dia 9 de maio, equipe da 1ª DPC Barreiro cumpriu mandado de busca e apreensão na casa do suspeito para arrecadação de materiais que pudessem comprovar os crimes. O material foi analisado e foi constatada inúmeras tentativas de exclusão remota dos conteúdos e eliminação digital de provas por parte do investigado. A equipe policia que a vítima é a irmã mais nova da mulher de 26 anos, que na época do crime tinha 17 anos. O suspeito foi preso e e deve responder pelos crimes de perseguição, invasão de dispositivo informático, divulgação de nudez, violência psicológica contra a mulher e adquirir fotografia e vídeo que contém pornografia envolvendo adolescente.

Marília
nublado
20.8 ° C
20.8 °
20.8 °
89 %
0.8kmh
100 %
qua
25 °
qui
25 °
sex
27 °
sáb
29 °
dom
21 °

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

spot_img
spot_img
spot_img
spot_img

Últimas notícias