spot_img
spot_img

Diretoria atual da ACIM tem contas fiscalizadas de rotina e devem receber aprovação unânime do Conselho Fiscal

spot_img

Mais notícias

Conselheiros que fazem parte do Conselho Fiscal da Associação Comercial e de Inovação de Marília estarão reunidos no próximo dia 21, terça-feira, na sede da entidade, quando analisarão as contas da diretoria atual no ano de 2022. No dia seguinte, dia 22, quarta-feira, está marcada a assembleia geral extraordinária com os associados da entidade para os debates. “Toda a documentação está sendo preparada para a análise dos conselheiros que discutirão detalhadamente as contas para a elaboração do parecer a ser aprovado ou não na assembleia geral”, disse o presidente da entidade, Adriano Luiz Martins, que está seguindo o estatuto da entidade. “Anualmente fazemos desta forma e nunca tivemos surpresas”, falou em tom de tranquilidade sobre a análise contábil a ser realizada por dirigentes associados. “O Conselho Fiscal é autônomo e independente”, garantiu.

Fazem parte do Conselho Fiscal da Associação Comercial e de Inovação de Marília: Evandro Zaha Noda, da Fábrica de Toldos Marilia Ltda Me; Libanio Victor Nunes de Oliveira, da Comercial Mariliense de Ferragens Ltda e de Reinaldo Miguel, da Start Way Service Eireli. Os suplentes são: Antonio Carlos Colato, do Supermercado São Bento de Marilia Ltda; Hederaldo Joel Benetti, da Administradora de Imóveis HB Ltda e Odair Aparecido Martins, da Odair Pneus Ltda. “Eles vão analisar, questionar e indagar sobre os documentos contábeis referente ao exercício de 2023, afinal, a avaliação é feita anualmente”, explicou o superintendente da associação comercial mariliense, José Augusto Gomes, ao explicar como funciona o Conselho Fiscal da entidade. “Com o parecer definido, este parecer é aprovado ou não na assembleia que vamos realizar no dia seguinte”, comentou o dirigente com quase meio século de atuação na entidade.

De acordo com Adriano Luiz Martins apesar das dificuldades econômicas oriundas ainda da pandemia, visando o fortalecimento da economia varejista, a entidade está numa situação estável e bem segura financeiramente. “O fato de sermos normatizados com a certificação ISO9001 ajuda muito em todos os protocolos e modelo de gestão”, justificou o dirigente ao lembrar que a associação comercial de Marília é uma das primeiras e únicas a ser normatizada há mais de 10 anos. “Outro aspecto que ajuda muito é o fato de termos quase 30 programas em nossa relação de serviços aos associados, ou não, da entidade”, lembrou o dirigente ao garantir que quase a metade é gratuito e outra metade sendo utilizada de forma intensa pela comunidade. “Hoje a associação comercial tem várias frentes de recursos, não depende do valor da mensalidade e está se tornando autossustentável com o grupo de prestação de serviço que desenvolve”, disse o dirigente que completa em fevereiro o segundo mandato como presidente da diretoria.

Podem participar da assembleia geral extraordinária no dia 22, quarta-feira, pela manhã, todos os associados que estiverem em dia com as mensalidades. “Uma excelente oportunidade para conhecer melhor a nossa instituição e nos ajudar a fortalecer ainda mais nossas ações”, frisou Adriano Luiz Martins que acredita na presença de um bom número de associados nesta assembleia geral extraordinária obrigatória na execução do estatuto da entidade. “Além do cumprimento estatutário é um hábito de transparência à parte financeira da entidade”, disse o presidente da diretoria executiva atual. 

Marília
nuvens dispersas
22.4 ° C
22.4 °
22.4 °
73 %
1.1kmh
31 %
dom
24 °
seg
29 °
ter
31 °
qua
31 °
qui
33 °

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

spot_img
spot_img
spot_img
spot_img

Últimas notícias