spot_img
spot_img

Defesa Civil de Marília recebe capacitação para enfrentamento de incêndios

spot_img

Mais notícias

Treinamento realizado quarta-feira, dia 12 de abril, foi organizado pela Defesa Civil do Estado de São Paulo

A Defesa Civil de Marília participou na última quarta-feira, dia 12, do treinamento preparatório para a operação estiagem. A oficina, promovida pela Coordenadoria de Proteção e Defesa do Estado de São Paulo, reuniu dezenas de participantes vindos de 51 cidades da região. “Esta segunda oficina preparatória para a operação estiagem consistiu num treinamento muito preciso, pois além de trazer técnicas e estratégias para o enfrentamento de incêndios, habilitou Marília a conquistar o kit estiagem”, destacou o diretor de Vigilância Patrimonial, Adilson Simão, servidor responsável pela Defesa Civil de Marília.

O kit estiagem citado pelo diretor da Defesa Civil de Marília é peça fundamental para o enfrentamento e controle de fogo e focos de incêndio. Formado por bomba costal com capacidade de 20 litros de água, abafadores, enxadas, facão, lanterna e outros aparelhos, o equipamento tem utilidade imprescindível durante o período da operação estiagem. “De agora até julho passaremos por um período muito seco, com poucas chuvas, e isso é preocupante”, comentou. Além do diretor, a Defesa Civil de Marília participou da oficina com os bombeiros civis José Carlos e Adão Martins. “Quando o assunto é segurança, treinamento é primordial, pois como disse: entre maio e julho viveremos o tempo da estiagem e isso aumenta as chances de incêndios”.

De acordo com as informações da Coordenadoria de Proteção e Defesa do Estado de São Paulo, a segunda oficina preparatória para a operação estiagem 2023 teve como objetivo capacitar as cidades localizadas na região de Marília, totalizando 51 municípios vizinhos. As técnicas ensinadas visaram a qualificação e o aperfeiçoamento das brigadas municipais, responsáveis pelo combate a incêndios em mato. Instruções técnicas como acionamento do plano de contingência, monitoramento da umidade relativa do ar, inserção de dados no sistema integrado da Defesa Civil, protocolo de acionamento de aeronaves e crimes ambientais relacionados a incêndio consistiram nas bases do curso.

Houve uma parte prática, organizada pelo Corpo de Bombeiros, onde foram expostas as técnicas de materiais básicos de combate a incêndio em floresta. Todos os participantes da oficina serão os multiplicadores do Sistema Estadual de Proteção e Defesa Civil em suas cidades. A proposta da Defesa Civil do Estado é reduzir os incêndios florestais. Em 2022 houve uma queda recorde nos focos de incêndio no Estado de São Paulo de 79%, conforme dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais, o Inpe. O Painel Geoestatístico dos Incêndios Florestais em Unidades de Conservação e Áreas Protegidas publicado pela Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente, por sua vez, registrou uma queda de 69% na incidência de incêndios nos parques florestais do Estado.

O prefeito de Marília Daniel Alonso observou que a capacitação dos servidores que atuam na Defesa Civil do Município permitirá um melhor preparo para a estiagem. “Os dados comprovam que, uma vez treinada e capacitada, a Defesa Civil tem muito mais êxitos no enfrentamento do fogo”, observou. O chefe do Poder Executivo lembrou que sua administração disponibilizou nova viatura para a Defesa Civil de Marília, na proposta de modernização da frota municipal. “Quero transmitir o agradecimento de Marília aos bombeiros que ofereceram o treinamento e à organização desta oficina, através da Defesa Civil do Estado, na pessoa da capitão Lurela Tamião, oficial do Corpo de Bombeiros responsável pela Regional de Proteção e Defesa Civil, a Repdec”, disse.

Fotos Mauro Abreu

Marília
nuvens quebradas
17 ° C
17 °
17 °
94 %
1.1kmh
52 %
dom
24 °
seg
29 °
ter
31 °
qua
31 °
qui
30 °

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

spot_img
spot_img
spot_img
spot_img

Últimas notícias