spot_img
spot_img

CPFL traz cine itinerante gratuito para Marília. A conta de luz salgada bancando o social.

spot_img

Mais notícias

com assessoria de imprensa

O primeiro cinema itinerante movido à energia solar do Brasil será montado no SEST SENAT, com evento na terça (14), a partir das 18h30

A experiência do CineSolar, o primeiro cinema itinerante movido a energia solar do Brasil, chega a Marília (SP) com atividades culturais gratuitas para a população. 

Com patrocínio da CPFL Energia e apoio do Instituto CPFL e da Prefeitura de Marília, serão exibidos curtas-metragens e o filme “Raya e o Último Dragão”, na terça-feira (14/03), a partir das 18h30, no SEST SENAT(Avenida Dr. Durval de Menezes, 1901). 

Além das sessões, o evento conta com distribuição de pipoca e o público pode visitar o furgão, que carrega todo o cinema e se transforma numa estação móvel de ciências, arte, tecnologia, sustentabilidade e cultura de paz.

O CineSolar, que em 2023 completa dez anos, transforma espaços públicos e abertos em salas de cinema e já realizou cerca de 1870 sessões (com exibição de 180 filmes) e 576 oficinas para 284 mil pessoas de quase 600 cidades, de 23 estados e do Distrito Federal. 

O projeto já percorreu mais de 250 mil quilômetros pelo país e atua com o objetivo de democratizar o acesso às produções audiovisuais (principalmente as nacionais), promover ações e práticas sustentáveis, a inclusão social e difundir a tecnologia da geração de energia solar.

“Viajando pelo Brasil presenciei o quanto nosso território é diverso e, infelizmente, desigual. Há uma escassez de equipamentos culturais e de acesso às energias renováveis. Por isso, o nosso papel sempre foi de atuar com encantamento e alegria, por meio de ações culturais e ambientais, na sensibilização e conscientização das pessoas, além de aproximá-las das novas tecnologias e das produções cinematográficas nacionais”, diz Cynthia Alario, coordenadora e idealizadora do CineSolar.

O furgão do CineSolar é adaptado com as placas fotovoltaicas no teto e carrega todo o cinema: 110 cadeiras e banquetas, os sistemas de conversão de energia e armazenamento (que garante 20 horas de autonomia e funcionamento), de som e projeção, incluindo a tela. Além de tudo isso, o espaço se transforma em uma estação móvel de ciências, arte, tecnologia, sustentabilidade e cultura de paz.

Com infográficos, iluminação e decoração especial – feita com materiais reciclados e objetos com princípios de magnetismo e eletricidade como laser e bola de plasma -, o veículo é uma atração à parte, que encanta pessoas de todas as idades e mostra, de maneira descontraída e divertida, como a luz do sol se transforma em energia elétrica. 

“As atividades do CineSolar, apoiado por nós através da frente Circuito CPFL, contribuem para que a inclusão, a educação e o entretenimento se tornem valores importantes para um desenvolvimento mais sustentável”, observa Daniela Pagotto, head do Instituto CPFL. 

Nas sessões de cinema e nas oficinas, o CineSolar também colabora na difusão de ações em conjunto com a Unesco Representação Brasil, e cumpre 10 dos 17 ODS (Objetivos de Desenvolvimento Sustentável) propostos pela ONU (Organização das Nações Unidas): saúde de qualidade; igualdade de gênero; redução das desigualdades; consumo e produção responsáveis; paz, justiça e instituições eficazes; educação de qualidade; energias renováveis; cidades e comunidades sustentáveis; combate às mudanças climáticas; e parcerias e meios de implementação.

“Para nós, difundir essa proposta em parceria com a Unesco é fundamental, tanto para sensibilizar a população, na compreensão de que todos nós fazemos parte deste grande ecossistema vivo do planeta Terra, e que somos responsáveis pelas mudanças possíveis de serem feitas hoje, quanto para deixarmos esse legado nas cidades, nas comunidades por onde passamos”, destaca Cynthia Alario.

O CineSolar é viabilizado pelo ProAC (Programa de Ação Cultural), com patrocínio da CPFL Energia, apoio do Instituto CPFL e da Prefeitura Municipal de Marília, por meio da Secretaria de Cultura, e é realizado pela Brazucah Produções e Governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa.

PROGRAMAÇÃO / Marília/SP

Sessões de Cinema

Data: Terça-feira (14/03)
Horário: 18h30 – 1ª sessão: curtas-metragens
              19h30 – 2ª sessão: filme ‘Raya e o Último Dragão’
Entrada: gratuita – não precisa de ingresso
Atração: pipoca e visita ao furgão do CineSolar, que se transforma numa estação móvel de ciências, arte, tecnologia, sustentabilidade e cultura de paz
Local: SEST SENAT – Avenida Dr. Durval de Menezes, 1901 – Núcleo Hab. Nova Marília – Marília/SP

SINOPSES DOS FILMES

1ª sessão

‘De Onde Vêm os Dragões?’ – Direção: Grace Luzzi – São Paulo – 10 min – Animação/2020 – Livre
O amor de uma mãe é testado pela força, exigências físicas e emocionais de uma criança recém-nascida. Quando um dragão desperta, um plano de apoio é necessário…

‘O Gigante’ – Direção:  Júlio Vanzeler & Luis da Matta Almeida – Portugal – 10 min – Animação/2012 – Livre
Um Gigante transporta no coração uma menina. O seu coração é uma janela imensa através da qual a menina descobre e decifra toda a realidade. De coisas assim é feito o “Crescer”. A partir de trajetos legados pelos pais, os filhos traçam as suas próprias rotas, com erros de interpretação, com desvios de perspectiva, mas que são seus e é com eles que têm de viajar. E um dia partem, levando a sacola, construindo o seu mundo sobre os mapas que um dia desenharam… levando no olhar o Sonho e principalmente Esperança.

‘Plantae’ – Direção: Guilherme Gehr – Rio de Janeiro – 10 min – Animação/2019 – Livre
Ao cortar uma grande árvore no interior da floresta, um madeireiro contempla uma inesperada reação da natureza. Uma reflexão sobre as consequências irreversíveis do desmatamento e da subjugação lamentável dos humanos aos demais seres da Terra.

‘O Véu de Amani’ – Direção: Renata Diniz – Brasil – 14min – Drama – Livre
Audiodescrição e libras
Amani é uma garotinha que veio do Paquistão e agora mora no Brasil. Ao mudar de casa, a menina de origem muçulmana recebe um presente inesperado da sua nova amiga brasileira: um biquíni.

‘Lily’s Hair’ – Direção: Raphael Gustavo da Silva – Goiás – 14min – Ficção/2019 – Livre
Audiodescrição, closed caption, libras
Lily é uma garota negra que não gosta de seus cabelos. Com a ajuda de Caio, seu amigo cadeirante, tenta ter os cabelos do jeito que sempre sonhou.

2ª sessão

‘Raya e o Último Dragão’ – Direção: Carlos López Estrada, Don Hall – Animação/2021 – 1h30 – 10 anos
Há muito tempo, no mundo de fantasia de Kumandra, humanos e dragões viviam juntos em harmonia. Mas quando uma força maligna ameaçou a terra, os dragões se sacrificaram para salvar a humanidade. Agora, 500 anos depois, o mesmo mal voltou e cabe a uma guerreira solitária, Raya, rastrear o lendário último dragão para restaurar a terra despedaçada e seu povo dividido.

Sobre o CineSolar
O CineSolar é o primeiro cinema itinerante do Brasil movido a energia limpa e renovável: a energia solar. Em 10 anos, desde julho de 2013, o projeto já realizou cerca de 1870 sessões com exibição de 180 filmes, entre curtas-metragens e longas, e 576 oficinemas – que integram arte, tecnologia e sustentabilidade, proporcionando acesso às técnicas básicas que compõem a linguagem cinematográfica. Quase 600 cidades do país, de 23 estados e do Distrito Federal, já receberam o CineSolar, que percorreu mais de 250 mil quilômetros, chegando a 284 mil pessoas. 

O projeto conta com dois cinemas móveis, batizados de Tupã e Mahura. Os furgões foram grafitados e adaptados com as placas fotovoltaicas e o sistema de conversão de energia e armazenamento, com 20 horas de autonomia. Cada veículo também carrega 110 cadeiras e banquetas para o público e todo o sistema de som e projeção para o cinema. Além disso, já geramos mais de 3 milhões de watts (equivalente a um ano e três meses de uma geladeira ligada).

O CineSolar conta com o patrocínio institucional da Mercedes-Benz – Cars & Vans Brasil, patrocínio solar da Clarios – com a bateria Heliar e a Freedom Estacionária, e apoio das marcas Biowash, Cicloway e Bio 2. O projeto também promove ações em conjunto com a Unesco Representação Brasil e a Unipaz (Universidade Internacional da Paz), e realiza compensação de carbono em parceria com a Ecooar (219 árvores já foram plantadas em área de manancial, em Garça/SP), sendo que em 2023 uma árvore será plantada a cada 10 sessões realizadas.

O CineSolar integra a Solar World Cinema, uma rede internacional de cinemas itinerantes movidos a energia solar, com a participação de vários países como Holanda, África do Sul, Nepal, Chile, Croácia e Austrália, entre outros.

Sobre o Instituto CPFL

Com 18 anos de trajetória e sede em Campinas (SP), o Instituto CPFL é a plataforma de investimento social privado do Grupo CPFL Energia, responsável pela integração dos programas sociais, esportivos e culturais do grupo em uma única rede. Desde 2020, o Instituto CPFL atua em cinco frentes: CPFL Geração Jovem, que apoia iniciativas voltadas para o futuro das novas gerações; CPFL nos Hospitais, que apoia projetos de humanização e melhorias em hospitais públicos; o Intercâmbio

Brasil-China, programa que promove o diálogo cultural entre os dois países; o Circuito CPFL, que reúne projetos itinerantes de cinema e etapas de corrida e caminhada; e o Café Filosófico CPFL, que promove reflexões através de palestras e séries audiovisuais com transmissão pela TV Cultura aos domingos e terças-feiras. 

Saiba mais em www.institutocpfl.org.br.

Fotos: Divulgação

Marília
nublado
20.8 ° C
20.8 °
20.8 °
89 %
0.8kmh
100 %
qua
25 °
qui
25 °
sex
27 °
sáb
29 °
dom
21 °

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

spot_img
spot_img
spot_img
spot_img

Últimas notícias