spot_img
spot_img

Conferência Municipal de Assistência Social reafirma compromisso da prefeitura de Marilia com população mais carente

spot_img

Mais notícias

14ª Conferência Municipal de Assistência Social define propostas para melhorar os serviços sociais em Marília

Foram eleitos os delegados que representarão Marília na conferência estadual

A Prefeitura Municipal de Marília, por meio da Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social (SADS) e do Conselho Municipal da Assistência Social (CMAS), realizou na sexta-feira da semana passada, dia 23, a 14ª Conferência Municipal de Assistência Social. Promovida a cada dois anos, o tema foi ‘Reconstrução do SUAS: O SUAS que temos e o SUAS que queremos’. Toda a programação da atividade – incluindo a cerimônia de abertura, palestras e plenárias – foi realizada no anfiteatro da reitoria da Universidade de Marília (Unimar), zona Oeste da cidade.

A abertura oficial contou com discursos das autoridades, leitura e aprovação do Regimento Interno da Conferência e palestra magna sobre o tema, com a professora doutora Eliana Aparecida González Albonette Froes, graduada em Serviço Social. Em seguida, foi feita a divisão dos grupos de trabalho para discussão dos eixos financiamento, controle social, articulação, serviços, programas e projetos e benefício e transferência de renda. Na sequência as propostas elaboradas em cada eixo foram votadas. Na plenária final foram escolhidos os Delegados que levarão as propostas de Marília para a Conferência Estadual.

Participaram da cerimônia de abertura diversas autoridade como o prefeito Daniel Alonso, vice-prefeito Cícero Carlos da Silva (o Cícero do Ceasa), secretário municipal de Assistência e Desenvolvimento Social, Delegado Wilson Damasceno, presidente do Conselho Municipal da Assistência Social, Eliane Cristina Souto Fonseca, vereadores Marcos Custódio (Podemos) e Marcos Rezende (PSD) e a diretora da Diretoria Regional de Assistência e Desenvolvimento Social (Drads), Hélide Maria Parrera. Técnicos da Assistência Social, entidades sociais e usuários do SUAS também estiveram presentes.

A presidente do CMAS, Eliane Cristina Souto Fonseca, explicou que o evento faz parte da ação do Governo Federal para ouvir representantes da população nos municípios e Estados para consolidação do SUAS (Sistema Único de Assistência Social), por meio da conferência nacional. “Atendemos com isso a população realmente necessitada para a definição de propostas coletivas para o evento estadual. Quando ouvimos mais, erramos menos”, destacou.

O secretário de Assistência e Desenvolvimento Social, Delegado Wilson Damasceno, explicou que a conferência tem como ideia “fazer uma avaliação do SUAS que temos, de tudo que foi construído nessa história e todos os desafios que se apresentam e o SUAS que almejamos, a Assistência Social que pretendemos que seja reconhecida como direito, que tenha financiamento e que alcance todos os públicos. Para além disso, também é fundamental que os serviços se integrem, que trabalhem em conjunto, que se pense em estratégias para conduzir o usuário a ter autonomia”, explicou. “O usuário do SUAS precisa ter direito ao benefício, à transferência de renda, mas também precisa ter autonomia no sentido de acesso aos serviços e outras ações que são intersetoriais, como inserção no mercado de trabalho, Políticas de Habitação, de Saúde, de Educação, dentre outras para que haja integralidade da proteção,” complementou o secretário.

O prefeito de Marília, Daniel Alonso, observou que “a Assistência Social sempre foi uma prioridade para o nosso governo. E esse é um momento muito importante de avaliação e diagnóstico, para que juntos possamos atender da melhor forma as necessidades de quem mais precisa,” afirmou.

Sobre a Conferência Municipal

As Conferências de Assistência Social são instâncias que têm por atribuições a avaliação da Política de Assistência Social e a definição de diretrizes para o aprimoramento do Sistema Único de Assistência Social (SUAS). Tem como finalidade conferir e avaliar o que está sendo realizado, propor novas ações e metas para o Município, Estado e União, contribuindo para o avanço no atendimento das demandas e necessidades dos usuários.

O evento que reuniu cerca de 200 participantes que, após palestra magna foram divididos em grupos, para discussão e elaboração de propostas para os eixos que orientaram os trabalhos das Conferências de Assistência Social de 2023: Financiamento; Controle Social; Articulação entre segmentos; Serviços, Programas e Projetos; Benefício e Transferência de Renda.

Após elaboração das propostas foram escolhidos os delegados e seus suplentes que representarão Marília na etapa estadual. Pela sociedade civil foram eleitos como titulares Samuel Augusto da Silva, Nilva Regina Galletti, Tereza Aparecida Machado e Rubens Júnior Fernandes, tendo como suplentes Pedro Henrique Rodrigues de Castro, Ariadne Nantes Lima Rocha de Oliveira, Charles Cardoso Coelho e Eliza Aparecida B. Santos. Representando o Poder Público, foram eleitos como titulares Thabada Cristine da Luz e Otávio Fernando Costa. Patrícia Alves dos Santos e Vanessa Aparecida Costa e para suplentes Márcia Regina Salviano Moreira Santos, Juliana Aparecida Ribeiro, Andressa Scorsafava Marques Nascimento e Sheila Marcia Martins de Camargo.

Fotos: Divulgação

Marília
céu limpo
27.9 ° C
27.9 °
27.9 °
65 %
0kmh
0 %
qua
28 °
qui
25 °
sex
27 °
sáb
28 °
dom
21 °

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

spot_img
spot_img
spot_img
spot_img

Últimas notícias