spot_img
spot_img

Comissão de diretores de EMEIs e EMEFs apresentam demandas na Câmara

spot_img

Mais notícias

Uma comissão formada por diretores de escolas municipais de ensino infantil (EMEI) e de ensino fundamental (EMEF) foi recebida, na tarde desta quinta-feira (18), pelo presidente da Câmara Eduardo Nascimento (PSDB).

Os diretores queriam a garantia do presidente, que o Projeto de Lei Complementar (922/2021) que reajusta o piso salarial nacional dos profissionais do Magistério Público e Educação básica, no município de Marília, entraria na pauta da próxima sessão, na segunda-feira (22).

“Nós procuramos o presidente com essa preocupação de que esse projeto entrasse na pauta da próxima sessão. A gente tinha a preocupação, em relação ao tempo de análise das comissões. O presidente confirmou que já pediu agilidade no processo. Esperamos ter êxito na votação. A reunião foi muito importante porque pudemos conversar sobre outras demandas, inclusive. Acho importante termos este contato com a câmara, que tem um papel de protagonismo nessa votação. Afinal, a aprovação do reajuste vai servir de referência para outras cidades, que ainda resistem em pagar este novo piso”, disse a diretora da EMEF Américo Capelozza, Ana Paula Lopes Galante.

A diretora da EMEI Raio de Sol, Ellen Alves Matsuchita, considerou como “extremamente positiva” a reunião com Nascimento.

“Foi uma reunião muito produtiva. Foi nosso primeiro contato com essa presidência (Câmara) que foi muito receptiva e nos ouviu, além da nossa pauta principal. Foi um diálogo produtivo porque pudemos trazer outras demandas. Sobre o reajuste do piso, o presidente já tinha essa intenção de pautar o projeto e nos mostrou matérias referente a isso. Então, a gente vê que há, realmente, um comprometimento desta presidência, que, antes mesmo da gente vir pedir para votar o projeto, já havia pensado e trabalhado para que isso aconteça na próxima sessão. Foi uma reunião extremamente positiva para educação de Marília”, disse a diretora Ellen.

Mauro Henrique Marcuci de Andrade, diretor da EMEI Sítio do Pica Pau Amarelo, afirmou que a comissão pretende “estreitar laços” com a câmara.

“O presidente nos recebeu de forma muito solícita e se comprometeu a colocar em pauta o projeto que faz a adequação do piso dos professores e o gatilho para os salários dos diretores. A gente fica muito feliz em ter essa aproximação com o presidente da câmara. Fomos muito bem recebidos e esperamos estreitar, cada vez mais, os laços que a gente estabeleceu a partir de hoje”, disse Andrade.

Para o presidente da Câmara, Eduardo Nascimento, esses diálogos com os servidores municipais precisam ser frequentes.

“Os servidores não podem ficar isolados, sem que alguém do poder executivo os ouçam. Nós recebemos, diariamente, vários servidores municipais que trazem suas demandas para a câmara, porque não conseguem ser ouvidos pelos secretários ou pelo prefeito. Nossas portas estão abertas e sempre que há uma pequena possibilidade legal de ajuda, a câmara e os vereadores vão se empenhar em fazê-lo. Estamos cumprindo nosso papel de legisladores e fiscalizadores do dinheiro público. Estes diálogos precisam ser frequentes, para entendermos as necessidades dos servidores e também da população. Neste caso, além de ouvirmos as demandas dos gestores das EMEIs e EMEFs, também ouvimos ideias que a categoria tem para melhorar o sistema educacional de Marília. Em posse disso, vamos criar caminhos legais para implantar todas elas. Este é o nosso compromisso”, afirmou Eduardo Nascimento.

A expectativa é que o Projeto de Lei Complementar nº 922/2021, seja o primeiro item da Ordem do Dia, da próxima segunda-feira (22).

Marília
céu limpo
17.2 ° C
17.2 °
17.2 °
83 %
1.3kmh
0 %
seg
28 °
ter
28 °
qua
29 °
qui
30 °
sex
29 °

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

spot_img
spot_img
spot_img
spot_img

Últimas notícias