spot_img
spot_img

Com foco em educação punitiva por excesso de radares nas vias urbanas, Emdurb apresenta o “des” Maio Amarelo

spot_img

Mais notícias

Se a obrigação do gestor público que operacionzaliza a coisa pública na questão do planejamento viário é criar políticas educativas no trânsito, sem dúvida que Marilia errou a mão e feio.
Isto porque recentemente a cidade adotou a educação punitiva por meio da instalação de radares de forma excessiva trazendo dissabores para a população.
Ao invés de salvar vidas, o slogan deveria ser salvar bolsos, os bolsos de uma autarquia que não tinha fonte de receita à altura da sua folha de pagamento e que todo mês ao longo de mais de uma década, se valia do orçamento da prefeitura para manter o pagamento de seus inúmeros cargos comissionados.
A sociedade mariliense se irritou com a forma abrupta de instalação dos radares, ao que se percebe, sem abrir consulta para a população pois não se tem notícia de audiências públicas para tal mister.
Marília abriu o Maio Amarelo e como diz o título, está mais para “des” maio amarelo face ao que representa a educação punitiva no trânsito que no afã de obter recursos a qualquer meio, como uma solução mágica de um coelho tirado da cartola, buscou enfrentar a carência de verbas arrecadatórias com uma política pública simplista de “açoitar” o cidadão com o “chicote” dos radares. (N.R.)

No teor a seguir, release oficial da prefeitura comemorando o “des” Maio Amarelo.

Emdurb conclui a programação do Maio Amarelo em cerimônia no Paço Municipal

Ações preventivas realizadas pela Empresa Municipal de Mobilidade Urbana marcaram as semanas do 5º mês do ano

A Empresa Municipal de Mobilidade Urbana (Emdurb) de Marília encerrou na quarta-feira, dia 31, com solenidade realizada no segundo andar do Paço Municipal, sede administrativa do governo mariliense, a programação preventiva do Maio Amarelo 2023. A cerimônia contou com as participações do prefeito Daniel Alonso, diretor-presidente da Emdurb, Valdeci Fogaça, diretora-adjunta Mariana Lima, diretora-administrativa da Emdurb Adelaine Reis, diretor do Sest/Senat Uelinton Gomes, capitão Aline Camargo, comandante da 1ª Companhia da Polícia Militar, chefe de gabinete Levi Gomes e policial rodoviário federal Luiz Henrique Lourenço, entre outras autoridades municipais.

Daniel Alonso destacou a importância do Maio Amarelo, com ações positivas, em prol da população mariliense. De acordo com o chefe do Poder Executivo, “todos os esforços que objetivam salvar vidas no trânsito têm que ser enaltecidos e têm o total apoio da administração”, considerou.

Foram apresentados dados de todas as atividades realizadas, inclusive com várias formas de abordagem, acessíveis a todos os públicos. “Pluralizar a forma de abordagem, popularizando o recado, consistiu na mensagem preventiva recebida por motoristas e pedestres marilienses. Importante salientar que Marília é a primeira do Estado em mobilidade urbana”, destacou o diretor-presidente da Emdurb, Fogaça. Na oportunidade, ele agradeceu por todas as ações e parcerias que foram realizadas durante o mês de maio com o único objetivo de conscientizar.

“Chamamos a atenção para a necessidade de prevenir acidentes de trânsito e assim, salvar vidas”, frisou a diretora-adjunta da Emdurb, Mariana Lima. Entre as diversas ações desempenhadas, se destacaram palestras nas escolas, universidades e empresas, ações de blitz e panfletagem educativa, bem como atividades recreativas envolvendo a ‘cidade mirim’ – uma estrutura que representa a cidade possibilitando às crianças aprenderem de forma real as sinalizações de trânsito.

Fotos: Mauro Abreu

Marília
nublado
23.2 ° C
23.2 °
23.2 °
88 %
1.2kmh
100 %
seg
23 °
ter
27 °
qua
27 °
qui
25 °
sex
27 °

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

spot_img
spot_img
spot_img
spot_img

Últimas notícias